Divisão de saúde da Alphabet revela smartwatch poderoso para estudos

O Google Verily que é uma área de pesquisas científicas da Alphabet acaba de anunciar um novo smartwatch projetado para monitorar indicadores do corpo humano com profundidade, portanto, não poderá ser comprado.

Com o nome Study Watch, o dispositivo conta com sensores e algoritmos avançados e será utilizado nas pesquisas clínicas e plataformas de bem-estar da companhia.

O visual parece muito com o de um relógio redondo mais tradicional, com direito a uma tela que permanecerá sempre ligada para mostrar as horas e mais algumas instruções específicas, que não foram detalhadas pela empresa. A moldura possui marcas na posição das horas e a carcaça de metal contém três botões físicos do lado direito.

Segundo a Verily, a bateria é otimizada para durar até uma semana e a combinação de um armazenamento interno grande, com uso de compressão de dados garantirá que várias semanas de dados puros possam ser coletadas. As informações dentro do smartwatch ficam criptografadas, usando os algoritmos de backend e ferramentas de machine learning para fazer o upload e processamento.

O aparelho conta também com “múltiplos sensores fisiológicos e ambientais”, capazes de armazenar eletrocardiogramas, batimentos cardíacos, atividade eletrodérmica e movimentos inerciais. O processador do relógio garantirá poder o suficiente para a execução de algoritmos em tempo real e atualizações de software “over-the-air” (OTA) permitirão que ele receba melhorias em sua interface de uso e adições de novos programas.

O Study Watch foi anunciado como um “dispositivo de investigação” e será utilizado em vários estudos conduzidos por parceiros da Verily. Entre eles estão inclusos o Personalized Parkinson’s Project, que analisa fatores que afetam o desenvolvimento da doença, e uma pesquisa chamada Baseline, que explorará as transições entre momentos de saúde e doença.

Fonte: Verily