Rússia estaria Proibindo importações de smartphones da Xiaomi

Importar smartphones chineses é uma das alternativas para quem quer hardware de qualidade à preços acessíveis. Com isso em mente, muitos usuários optam pelos aparelhos da Xiaomi, que já conseguiu ultrapassar até mesmo a Apple e Samsung como marca preferida dos consumidores. Não é apenas o Brasil que sofre com a ‘supervalorização’ dos preços dos portáteis, outro mercado onde a prática é bastante comum é na Rússia.

De acordo com o relato de um consumidor no fórum oficial da Xiaomi, o Governo russo está ‘barrando’ as importações de produtos da fabricante chinesa; Isso ocorreu após uma empresa chamada ‘smart Orange’ começou a vender aparelhos da marca em território Russo.

Os portáteis chegam às prateleiras com preços até 200% mais caros do que o valor cobrado pela fabricante chinesa, e para aqueles que optam por importações, a Federação Russa começou a enviar cartas avisando-os da proibição:

A ação repercutiu bastante na VK.com — rede social similar ao Facebook, bastante popular na Rússia. De acordo com os comentários do fórum, no perfil oficial da Xiaomi nessa plataforma, a empresa começou a fechar comentários em diversas publicações, e alegou que usuários que compram importando estão adquirindo produtos ‘sem qualidade’.

Para remediar a situação, a Xiaomi russa está oferecendo descontos para quem recebeu a carta de ‘proibição’ do Governo, oferecendo descontos para aqueles que providenciarem o código de rastreio e documentos da alfândega, comprovando a aquisição.

Por incrível que pareça, a informação não está sendo amplamente divulgada, mas é importante considerar que tal prática pode acabar prejudicando a reputação da fabricante nesse mercado.

Fonte: Tudocelular